Autopublicar um livroSem categoriaSem categoriaVendendo um livro

Autopublicação de livros é lucrativa?

Tens medo de autopublicar e não sabe se vai obter lucros com a autopublicação de livros?

É seu dia de sorte, pois estamos aqui para ajudar-te! Autopublicar seu livro é sim rentável e se era isso que precisava saber para finalmente terminar de escrever aquele livro que você tanto sonha em publicar, ótimo—até logo! Mas, se procura uma resposta mais elaborada e completa, continue a ler! 

Anda com pressa e prefere ir direto ao ponto? Verifica os tópicos mais importantes que cobrimos neste artigo abaixo:

Publicação tradicional x Autopublicação de livros: Qual o mais lucrativo?  

Autopublicação de livros: Desconstruindo mitos!

Apesar de cada vez mais se provar o contrário, a autopublicação ainda tende a ser vista como uma via menos respeitável para se tornar um autor. Mesmo quando autores autopublicados produzem best-sellers como: Para Sempre Alice, The Martian, ou 50 Shades, estes são tratados como exceções. No entanto, esta perspectiva também pode ser facilmente aplicada ao mundo da publicação tradicional pois os best-sellers são geralmente uma exceção – caso contrário, o termo seria redundante.

A Publicação tradicional de livros é lucrativa?

Evidentemente, todos sabemos que a publicação tradicional pode ser lucrativa. A maioria das pessoas que pergunta se a autopublicação pode ser rentável, fazem-no porque estão curiosas em saber se poderia ser uma alternativa viável à via tradicional. Isto levanta a questão: pode a publicação tradicional ser rentável?

No geral, a maioria dos livros publicados tradicionalmente não vende mais de 2000 exemplares no total, considerando as vendas a longo prazo. Com o preço médio de um livro físico em Portugal pairando em cerca de €12, e a margem de lucro média para os autores sendo de 10%-15% do preço de venda a retalho, isso não representa realmente muito. Continua a ser um bom dinheiro de bolso, sem dúvida, mas significa que mesmo alguns escritores de carreira lutam para viver do seu ofício.

Além disso, embora a editora se ocupe das partes irritantes como a edição e a impressão, provavelmente fará o mínimo quando se trata do marketing, que é um dos fatores chave de sucesso de qualquer livro. Assim, ao comparar, teria de vender muito menos livros autopublicados para ganhar o mesmo dinheiro que faria através de uma editora tradicional.

No entanto, é importante não subestimar o efeito legitimador da publicação tradicional. Ao dizer que uma grande editora publicou o seu livro, as pessoas tendem a estar mais inclinadas a experimentá-lo. E, se conseguir alavancar isto eficazmente no seu marketing, poderá conseguir vender exemplares suficientes para convencer a sua editora a publicar mais dos seus livros.

Autopublicação de livros é lucrativa? 

Como já mencionado, é vital que estabeleçamos uma interpretação realista da “lucratividade” ao discutir este tópico. Se estiver à procura de escrever o próximo Código Da Vinci e ir viver num mojito gigante nas Caraíbas, talvez queira colocar as suas expectativas um pouco mais baixas. A escrita de livros não é um esquema “get-rich-quick” (ganhar dinheiro fácil).

No entanto, se quiser escrever livros porque é algo pelo qual é apaixonado, e gosta da ideia de que sua paixão possa lhe proporcionar uma receita decente, então está no estado de espírito certo.

Muitas pessoas cépticas em relação à autopublicação apontam para o facto de a esmagadora maioria dos (bons) livros ter sido publicada por uma editora. Mas isso é um pouco como alguém em 2005 dizer que a esmagadora maioria das boas séries foi transmitida por uma grande rede de televisão, quando o Youtube e a Netflix estavam na sua infância e a Amazon Prime Video era apenas um brilho no olhar de Jeff Bezos. As coisas são agora muito diferentes!

jeff bezos laughing

Autores autopublicados tem mais poder do que nunca!

Hoje em dia, não é preciso comprar uma prensa e instalá-la na sua sala de estar para imprimir os seus livros, como Virginia Woolf fez em 1917. Também não precisa de pagar adiantadamente alguma gráfica cara para imprimir o seu livro. A leitura digital e as tecnologias de distribuição combinadas com a impressão a pedido tornaram possível aos escritores terem os seus trabalhos publicados, vendidos, e nas mãos de leitores vorazes com zero investimento inicial. Escusado será dizer que quanto menos tiver de investir, menos livros terá de vender antes de obter lucros.

Agora – não nos interpretem mal – a autopublicação ainda é muito difícil. A menos que se faça um bom trabalho de base e se façam sérios esforços de marketing, não se conseguirá competir nem mesmo com o livro mais obscuro publicado tradicionalmente. Mesmo com margens de lucro superiores a 50%. Não só as editoras tradicionais ainda têm a infraestrutura necessária para vender grandes volumes de livros, como o mercado da autopublicação está a ficar cada vez mais saturado.

No entanto, é inteiramente possível que tenha lucro vendendo os seus livros autopublicados.

3 Fatores chave (e controláveis) que determinam a lucratividade na venda de livros autopublicados

Há três coisas de que precisa de se certificar a fim de maximizar a rentabilidade do seu livro:

  1. Primeiro, deve fazer com que o seu livro pareça ser publicado tradicionalmente. Isso significa uma capa esteticamente apelativa (aqui estão algumas dicas) e uma sinopse cativante.
  2. Segundo, vai querer fixar um preço estratégico para o seu livro. Temos um artigo aprofundado sobre preços de livros , em resumo, o preço deve ser barato o suficiente para atrair interesse genuíno, mas não tão barato que o livro parece não valer a leitura. Também quer ter a certeza de maximizar as suas margens de lucro no que respeita aos canais de venda que planeia utilizar.
  3. Por último, desenvolva um plano de marketing claro para o seu livro. Idealmente, deverá começar a promover o seu livro antes mesmo de este ser publicado. Consulte a nossa introdução ao marketing de livros para se inspirar.

Estes são os três principais fatores de sucesso que estão ao seu alcance. Estamos a assumir que escrever um bom manuscrito é algo que é escusado dizer!

Como organizar uma estratégia de vendas para meu livro? Fatores importantes a considerar!

Quanto vale o seu tempo?

Agora que já está mais habituado ao terreno, uma das principais coisas a considerar ao tentar descobrir se a autopublicação pode ser rentável para si é quanto vale o seu tempo. Mas, o que é que queremos dizer com isto?

Bem, estará a ter muito trabalho com o qual os autores tradicionalmente publicados não têm de se preocupar (pelo menos depois de terem obtido um contrato de publicação). Isto inclui edição do livro, design da capa e marketing, como mencionado acima. Se é a primeira vez que tenta qualquer uma destas coisas, provavelmente vai levar algum tempo extra. É tempo que poderia potencialmente ter entrado noutra coisa. Assumindo que tem um dia de trabalho, isto pode ser um forte argumento a favor da subcontratação de parte da mão-de-obra envolvida na elaboração do seu livro.

Além disso, deve considerar se o tempo que investe nestas atividades produzirá resultados de qualidade e, de facto, impulsionará as suas vendas. Por exemplo, embora acreditemos firmemente que não tem de ser um artista para fazer uma boa capa de livro (o nosso editor de capas é construído tendo isso em mente), o facto é que existem muitas capas por aí que fazem mais mal do que bem. Se quiser fazer da escrita de livros um hobby lucrativo, considere os seus pontos fortes e fracos e se a subcontratação de parte do trabalho envolvido vale a pena para aumentar a qualidade do produto final, bem como o tempo que poupa no processo.

Ter um editor profissional ou um designer gráfico a fazer a sua magia no seu rascunho pode fazer um mundo de diferença quando se trata de vendas. E uma vez que não tem de pagar os custos de impressão antecipadamente, ou contratar um agente para apresentar o seu manuscrito a editoras, pagar uma taxa única pelo desenho e/ou serviços editoriais é geralmente acessível. No entanto, este não é o caso para todos, claro.

Se optar por investir dinheiro na criação do seu livro, terá obviamente de vender alguns exemplares antes de obter lucros. Felizmente, pode usar a nossa calculadora de preços para determinar quantas cópias do seu livro terá de vender para o fazer. Dessa forma, poderá facilmente pesar os prós e os contras da contratação de ajuda profissional. Sugerimos que faça um plano claro sobre: o que estiver disposto a gastar no seu livro, quanto irá afetar o preço de venda, e quantas cópias precisará vender para atingir o ponto de equilíbrio. Isto dar-lhe-á objetivos claros sobre os quais basear as suas estratégias de vendas e marketing.

Pense Estrategicamente

Mesmo que decida contratar um profissional para ajudar com o seu livro, as suas margens de lucro serão muito mais elevadas do que seriam com uma editora tradicional. Ainda terá de trabalhar mais para cada venda de livros, mas por outro lado, precisará de cerca de metade para ganhar uma quantia equivalente de dinheiro. Tudo se resume ao tipo de contrapartidas que está disposto a fazer. Irá investir em serviços profissionais de design e/ou edição para tornar o seu livro mais atractivo para os leitores? O tempo que poupa a fazê-lo vale o custo? Talvez até queira investir algum dinheiro em publicidade? A liberdade e controlo que tem pode parecer esmagador, por isso, ter um plano é crucial se quiser tornar a sua escrita rentável.

Em suma, estabelecer objetivos claros para o que pretende alcançar com o seu livro é importante. Ao fazê-lo, pode fazer uma avaliação realista sobre se possui as competências e conhecimentos necessários para atingir esses objetivos. Não podemos sublinhar a importância de ser suficientemente realista. Não comprometa a qualidade do seu livro, a menos que seja realmente necessário. Mas também, não se venda com pouco. É plenamente capaz de criar uma grande capa de livro se dedicar algum tempo e esforço à compreensão dos princípios básicos de design, por exemplo.

Da mesma forma, não deve descontar o valor de ter amigos e familiares a rever o seu trabalho. Mesmo que não sejam editores profissionais, apanharão erros e escrita descuidada simplesmente devido à leitura do seu livro com novos olhos. Estas são apenas duas formas de espremer mais qualidade do seu livro sem gastar nada, exceto tempo.

Alguns exemplos de como ganhar dinheiro com a autopublicação de livros

Embora pudéssemos atirar-lhe clichés motivacionais durante todo o dia, por vezes só se quer números frios e duros. Já percebemos, não há problema: temos números para dias.

Vejamos um exemplo à partir de nossa calculadora de preços e de vendas:

Calculadora de Preço de um livro na Bookmundo

Este é o nosso formato padrão de livro: um livro de tamanho médio em P/B. Decidimos que este livro em particular teria 200 páginas porque isso parecia ser uma quantidade razoável para um romance médio.

Calculadora de vendas e lucro de livros na Bookmundo

Uma vez decidido um formato, pode decidir por quanto quer vender o seu livro. Para este exemplo, escolhemos € 12,99; um preço bastante normal para livros de ficção. Como se pode ver na imagem acima, isto render-lhe-ia €5,53 por livro vendido na nossa própria loja, e €3,99 via FNAC. Usando esta ferramenta, pode facilmente ter uma ideia precisa de quantos livros precisa de vender para que valha a pena. Da mesma forma, se estava a pensar em contratar ajuda profissional, pode descobrir quantos exemplares precisa de vender para se equilibrar.

Se quiser apenas publicar o seu livro e ganhar algum dinheiro a fazê-lo, tudo bem. Provavelmente não precisará de usar a calculadora de preços mais do que uma vez. Se, no entanto, quiser comprometer-se seriamente a fazer da sua escrita um fluxo de receitas decente, então use esta ferramenta para fazer um plano. Explore diferentes opções de preços e vendas para encontrar o que melhor se alinha com os seus objetivos.

As perguntas que você deve se fazer

Por exemplo: quantos livros precisa de vender todos os meses para ganhar o tipo de dinheiro que pretende? O que precisa de fazer para chegar a estes números? Quer confiar mais no alcance da Amazon, ou na rentabilidade da loja Bookmundo? Uma capa desenhada profissionalmente aumentará o número de livros vendidos, ou conseguirá um resultado semelhante com uma capa feita por si? Deveria investir em anúncios para divulgar a palavra? Em caso afirmativo, quantos mais exemplares terá de vender para compensar os custos de publicidade? Estes são os tipos de perguntas que deve fazer a si próprio quando se leva a sério a escrita de livros.

Em resumo: Lucre com a autopublicação de livros!

Então, a autopublicação é lucrativa? Para responder à pergunta original uma segunda vez: sim, a autopublicação pode de facto ser rentável e lucrativa. Se chegou tão longe no artigo, também deve ter uma boa ideia do que pode fazer para aumentar as hipóteses disso acontecer. Isto inclui o seguinte:

  1. Assegure-se de que o seu livro tem um aspecto profissional. Isto inclui ter um manuscrito bem estruturado, uma capa com aspecto profissional (pode aprender a usar o nosso editor de capas ou o Canva para o conseguir) e uma sinopse bem escrita.
  2. Preze o seu livro estrategicamente – não demasiado barato, nem demasiado caro! Consulte o nosso guia de preços para algumas dicas.
  3. Comece cedo a promover o seu livro. O nosso guia para principiantes de marketing de livros é uma boa introdução se não tiver a certeza por onde começar.
  4. Considere quais são os seus objetivos financeiros. Em que altura é que atinge a rentabilidade? Será a contratação de ajuda profissional benéfica para si a este respeito? Em caso afirmativo, como irá afetar os objetivos financeiros acima mencionados? Consulte a nossa calculadora de preços para explorar as suas opções.

Ao fazer estes esforços e pensar estrategicamente no seu projeto de escrita, a autopublicação do seu livro pode ser absolutamente rentável e lucrativa, sendo uma alternativa sólida à abordagem tradicional. Não deixe de fazer uso de todas as grandes ferramentas e informações que recolhemos para si neste site ao embarcar na sua viagem de autopublicação. Por exemplo, se este artigo não o convenceu de que a autopublicação é uma opção viável, comece por consultar a nossa lista de autores autopublicados de sucesso para obter alguma inspiração!