Autopublicar um livroEscrever um livro

Como Escrever a Sinopse do livro?

Descobre a import√Ęncia de sinopses e como escrever uma sinopse interessante para o teu livro! Se tens pressa verifica os pontos mais importantes para escrever a sinopse ideal:

  1. O que é uma sinopse?
  2. Porque √© que as sinopses s√£o t√£o importantes?
  3. Desconstruindo uma boa sinopse de livro
  4. Uma lista de verificação para escrever uma sinopse de livro
  5. Deixa os leitores a desejarem mais
  6. Mantém a tua sinopse curta, doce e suculenta
  7. Apresenta no mínimo um personagem principal
  8. Mant√©m-te fiel ao teu estilo e ao teu p√ļblico
  9. Uma pequena hipérbole não magoa, utiliza!
  10. Evite os clichês
  11. Adiciona alguns excertos de críticas e resenhas feitas sobre o livro
  12. Relê, revisa e reescreve!
  13. Conclus√£o

O que é uma sinopse exatamente?

Uma sinopse √© uma breve descri√ß√£o que pode ser encontrada na contracapa de um livro ou na capa (aba). Serve para informar potenciais leitores sobre o conte√ļdo, estilo e temas principais do livro. A sinopse tem como objetivo despertar a curiosidade dos leitores e incentiv√°-los a comprar e ler o livro. Via de regra, uma sinopse tem cerca de um ou dois par√°grafos e oferece um resumo conciso do livro sem revelar muitos detalhes para n√£o destruir o suspense.

Porque √© que as sinopses s√£o t√£o importantes?

Se conseguiste atrair um potencial leitor para pegar no teu livro (ou abrir a sua p√°gina numa livraria online) gra√ßas a um t√≠tulo genial ou uma capa chamativa, a parte mais dif√≠cil j√° passou. A sinopse √©, normalmente, o terceiro aspeto do teu livro que um potencial leitor inspeciona, depois da capa e do t√≠tulo. Se pensares nos dois primeiros aspetos como o curr√≠culo do teu livro, ent√£o podes comparar a import√Ęncia de sinopses com uma entrevista de emprego ou um discurso de vendas.

Por outras palavras, quando algu√©m decide ler a tua sinopse, j√° conseguiste despertar o seu interesse. Agora √© hora de transformar esse interesse em fasc√≠nio. Queres que eles fiquem t√£o intrigados que comprem o livro. Como sabes se o teu discurso √© interessante ou n√£o? Bem, embora no final das contas, se reduza √† tua capacidade de escrita, h√° uma f√≥rmula geral que podes usar para te colocar no caminho certo. No entanto, antes de a discutirmos em pormenor, pens√°mos que gostaria de ver esta f√≥rmula resumida numa infografia √ļtil:

Infogr√°fico sobre como escrever uma sinopse de livro
Infogr√°fico sobre como escrever uma sinopse

Desconstruindo uma boa sinopse de livro

Vamos dar uma olhada na sinopse do bestseller Gone Girl da Gillian Flynn:

Quem és tu?
O que é que fizemos um ao outro?

Estas são as perguntas que Nick Dunne se faz na manhã do seu quinto aniversário de casamento, quando a sua mulher Amy desaparece de repente. A polícia suspeita do Nick. Os amigos da Amy revelam que ela tinha medo dele, que ela escondia segredos dele. Ele jura que isso não é verdade. Um exame policial ao computador dele mostra pesquisas estranhas. Ele diz que não foram feitas por ele. E depois há as chamadas persistentes no telemóvel dele. Então o que realmente aconteceu com a linda esposa de Nick?

√Č uma √≥tima sinopse, e para te ajudar a escrever uma igualmente boa, vamos desempacot√°-la e elaborar uma f√≥rmula geral. Primeiro, vamos ver como diferentes partes do texto alcan√ßam o efeito desejado. Depois, vamos destilar as v√°rias sec√ß√Ķes numa √ļtil lista de verifica√ß√£o para que possas escrever a tua pr√≥pria “sinopse bestseller”.

Porque √© que esta sinopse funciona?

A primeira frase envolve o leitor ao encorajar a introspe√ß√£o; “quem √©s tu?” √© uma daquelas perguntas que n√£o podemos deixar de considerar.

Quando o leitor chega √† segunda frase e percebe que n√£o √© ele que est√° a ser abordado, √© o tom sinistro de “o que fizemos um com o outro?” que o encoraja a continuar a ler; o que √© que essas pessoas fizeram umas com as outras e qu√£o mau pode ser, afinal?

A terceira frase, que estabelece a premissa da hist√≥ria, √© o que sela o acordo. Ela apresenta ao leitor um mist√©rio tentador e, combinado com as duas frases anteriores, indica segredos obscuros que est√£o √† espera de serem descobertos, caso o leitor decida mergulhar na hist√≥ria. O resto da sinopse √© praticamente a cereja no topo do bolo, terminando com uma pergunta que j√° se formou na mente do leitor: “O que aconteceu realmente √† bela mulher do Nick?”.

Uma lista de verificação para escrever uma sinopse de livro

As duas primeiras frases: “Quem √©s tu?” e “O que fizemos um ao outro?” servem para estabelecer uma atmosfera de liga√ß√£o com o conte√ļdo do livro, e agu√ßar o apetite do leitor. Em seguida, √© introduzida uma situa√ß√£o: a mulher do Nick desapareceu, de repente. Logo em seguida, √© nos apresentado um problema: a pol√≠cia pensa que foi Nick, e h√° provas contra ele. A senten√ßa final traz ent√£o uma reviravolta: “o que realmente aconteceu?”, implicando que as coisas n√£o s√£o como parecem.

Agora que desembrulhamos completamente este problema, podemos identificar 4 componentes principais: a situação (1), o problema (2), a promessa de uma reviravolta (3), e a atmosfera (4). Os três primeiros componentes devem ser amarrados juntos na ordem em que os listamos, enquanto que a atmosfera pode ser introduzida ao longo do texto, e idealmente deve ser um efeito colateral natural da própria sinopse.

Finalmente, se o teu livro tem boas cr√≠ticas p√ļblicas flutuando online, podes querer incluir algumas ap√≥s a sinopse em si. Isto n√£o √© essencial e √© provavelmente dif√≠cil para muitos de voc√™s, mas pode valer a pena considerar se estiveres a pensar publicar uma nova edi√ß√£o algures no futuro.

1. Deixa os leitores a desejarem mais

Sobre o tema da terceira componente da sinopse, a promessa de uma reviravolta, vale a pena saber que, no mundo da autopublica√ß√£o, nunca se pode errar com um suspense. √Č uma das ferramentas mais eficazes que tens para gerar interesse e fazer com que as pessoas invistam o seu tempo e dinheiro no teu livro, ao inv√©s de em outro qualquer. Isto tamb√©m se aplica √† tua sinopse. Depois de criares uma situa√ß√£o intrigante com um problema envolvente, tens que fazer a reviravolta valer a pena.

2. Mantém a tua sinopse curta, doce e suculenta

Outra boa regra geral √© manter as frases curtas. Podes ter conseguido que algu√©m se interessasse o suficiente para come√ßar a ler as tuas palavras, mas o mais prov√°vel √© que o potencial leitor esteja a passar por o teu livro de qualquer maneira. Manter as tuas frases breves ajuda a manter o interesse do leitor enquanto mant√©m tamb√©m a mensagem por de tr√°s da tua sinopse trabalhada e coerente. Basta leres novamente para a sinopse de “Gone Girl” para perceberes sobre o que √© que estamos a falar.

4. Apresentar no mínimo um personagem principal

Ser√° muito mais f√°cil para um potencial leitor investir no teu livro se associar todos os est√≠mulos emocionais com o seu personagem principal. Repara como, na sinopse de “Gone Girl”, os nomes n√£o s√£o apenas deixados l√° soltos, mas sim colocados num contexto convincente. Nick n√£o √© apenas o nome do personagem principal de um livro, ele √© o marido que est√° sob suspeita de assassinar a sua pr√≥pria esposa enquanto alega que √© inocente. Deves esfor√ßar-te para fazeres o mesmo; tenta apresentar pelo menos um dos teus personagens principais de uma forma sucinta, mas interessante, para que as pessoas se preocupem com a tua hist√≥ria.

5. Mant√©m-te fiel ao teu estilo e ao teu p√ļblico

A tua sinopse √© uma janela para a tua hist√≥ria. Como tal, ela deve dar um vislumbre o mais aut√™ntico poss√≠vel do conte√ļdo. O desapontamento leva a m√°s cr√≠ticas, por isso certifica-te de que as pessoas que decidem comprar o teu livro o fazem pelas raz√Ķes certas.

Tamb√©m deves usar o mesmo estilo de escrita na tua sinopse que usas no teu livro.  Se a tua hist√≥ria utiliza uma narrativa em primeira pessoa, por exemplo, usa a mesma perspectiva no teu discurso. Al√©m disso, n√£o mudes drasticamente o teu tom empregando um vocabul√°rio diferente. Novamente, isto √© para manter a consist√™ncia e evitar que os leitores tenham surpresas desagrad√°veis.

6. Uma pequena hipérbole não magoa

Embora seja importante manteres-te fiel ao teu p√ļblico e √† tua voz, √© de vital import√Ęncia captar a aten√ß√£o de um leitor e despertar a sua imagina√ß√£o. A hip√©rbole √© uma ferramenta √ļtil para isso e, se usada com modera√ß√£o, pode criar aquela sensa√ß√£o de excita√ß√£o que vai obrigar um leitor a comprar o teu livro. Provavelmente todos n√≥s j√° conversamos com um amigo sobre um livro, na esperan√ßa de convenc√™-los a l√™-lo para que ter algu√©m com quem falar sobre ele. Esse √© o tipo de efeito pelo qual queres lutar – fazer parecer que algu√©m que leu o livro e o adorou est√° a tentar explicar sobre o que ele √©.

7. Evita clichês

As pessoas n√£o t√™m tempo para ler livros maus. Na verdade, elas mal t√™m tempo para ler um discurso mau. Como tal, a menor indica√ß√£o de que um livro vai ser pouco original pode fazer com que um poss√≠vel leitor o abandone e passe para o pr√≥ximo. Isto √© especialmente verdade para livros autopublicados, infelizmente, devido √† concep√ß√£o errada de que n√£o s√£o “suficientemente bons” para serem “escolhidos” por uma editora tradicional.

Isto n√£o significa que n√£o devas escrever o teu drama do tri√Ęngulo amoroso de vampiros, ou o teu thriller de terror sobre um pol√≠cia envelhecido, que abusa de subst√Ęncias e √© obcecado com o caso que nunca conseguiu resolver. S√≥ tens de ser esperto na forma como o apresentas. Usa a sinopse para sugerir uma reviravolta que dissipar√° clich√™s percebidos, ou evita focar o texto em elementos que seriam percepcionados como esses, focando, em vez disso, na din√Ęmica de personagens ou outros aspetos √ļnicos da tua hist√≥ria.

8. Adiciona alguns excertos de críticas e resenhas feitas sobre o livro

Embora envolva muito trabalho, esta √© uma das situa√ß√Ķes em que os teus esfor√ßos podem ser recompensados. Incluir uma cita√ß√£o de uma cr√≠tica ou resenha positiva de terceiros como parte da tua sinopse pode fazer maravilhas pela percep√ß√£o da legitimidade do teu livro, especialmente se a fonte da resenha for um blog ou um site respeit√°vel. Confere o nosso artigo sobre como fazer um pedido de cr√≠tica para livros!

9. Relê, revisa e reescreve a sinopse!

O mesmo que com tudo o que escreves: após um primeiro rascunho, deixa-o descansar por um tempo e permite que teus pensamentos marinem um pouco. Se possível, pede a outras pessoas que o leiam e te deem feedback. Se fizeres isso, nós garantimos que vais querer reescrever algumas partes depois.

Conclus√£o

Em resumo, uma sinopse convincente √© crucial para despertar o interesse dos potenciais leitores pelo seu livro e, em √ļltima an√°lise, para os motivar a compr√°-lo. Forma uma ponte entre o leitor e o conte√ļdo da sua obra e, por conseguinte, tem uma influ√™ncia direta no sucesso do seu livro. Constitui uma ponte entre o leitor e o conte√ļdo da sua obra e, por conseguinte, tem uma influ√™ncia direta no sucesso do seu livro. A sinopse deve, portanto, ser cuidadosa e estrategicamente concebida para atrair os leitores e despertar a sua curiosidade. Seguindo as dicas e t√©cnicas aqui apresentadas, pode garantir que a sua sinopse tem o efeito desejado e, assim, contribuir significativamente para o sucesso do seu livro.